Historial

 

O Centro de Apoio Familiar Pinto de Carvalho é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, criada em 16 de setembro 1856, por António Pinto de Carvalho e D. Rosa Pinto de Carvalho, altura em que era denominada Asilo da Infância Desvalida, até por se tratar de uma casa destinada a recolher e abrigar crianças órfãs, bem como peregrinos doentes para que fossem cuidados e pudessem seguir viagem.

O Asilo da Infância Desvalida só teve casa própria em 1912, momento em que, para além do acolhimento de órfãs menores, também dispunha de ensino primário.

Mais tarde, mudamos de nome: “Lar Pinto de Carvalho” e, mais recentemente, para “Centro de Apoio Familiar Pinto de Carvalho”, assim como mudamos de casa em 2004, no termo de um processo atribulado e penoso para os Órgãos Sociais da Instituição.

A nossa casa é uma das obras mais antigas a nível nacional, no apoio à infância e juventude. Tem sede em Oliveira de Azeméis no distrito de Aveiro. Prossegue fins de Ação Social dirigida ao Acolhimento de Crianças e Jovens, estabelecendo Acordos de Cooperação com o Centro Distrital da Segurança Social (CDSS) de Aveiro, no âmbito da Infância e Juventude, para as repostas sociais de “Lar de Infância e Juventude” e “Centro de Acolhimento Temporário”, bem como de “Creche”, “Pré-Escolar”, “CATL” e “Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP)”.

Visa ainda o apoio à comunidade em ações e parcerias concertadas.

A nossa casa constitui-se como um instrumento fundamental de acesso à educação, à cultura, à autonomia e ao espírito crítico das crianças e jovens, permitindo um crescimento harmonioso, e de construção de modelos de interacção social e de comunicação ajustados às exigências de uma sociedade multidesafiada.

Deste modo, valorizamos as aprendizagens diversificadas, como a aquiseção de hábitos e regras de comportamento, aquisição de conhecimentos que facilitam o desenvolvimento do pensamento e comunicação, espírito de cooperação, imaginação, espírito crítico, vida afetiva e relações interpessoais, promovendo em equilíbrio pessoal, fatores essenciais no desencolvimento global do ser humano.

 

ParceiroParceiroParceiroParceiroParceiro